palavra viva

“LEVANTAI OS OLHOS E OBSERVAI AS ALTURAS: QUEM CRIOU TUDO ISSO? FOI AQUELE QUE COLOCA EM MARCHA CADA ESTRELA DO SEU INCONTÁVEL EXÉRCITO CELESTIAL, E A TODAS CHAMA PELO NOME” (ISAÍAS 40:26)

DOAÇÕES

DOAÇÕES

DOAÇÕES

O BLOG FOLHA DE CUXÁ é mantido por doações e anúncios publicitários... Se o blog é útil para você, pedimos que você reserve 1 um minuto para ajudá-lo a continuar on-line e crescer cada vez mais... Qualquer quantia R$ será de grande ajuda Obrigado! A todos que mensalmente mostram seu apoio para O BLOG FOLHA DE CUXÁ. Lembre-se de fazer uma doação de qualquer valor R$ para a continuidade do nosso trabalho. Qualquer quantidade de apoio financeiro neste momento será direcionada para cobrir despesas de INTERNET e manutenção. Agradeço antecipadamente...Obrigado! a todos que mostraram seu apoio para o nosso trabalho!

O SIGNIFICADO DA VIDA

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

É cada vez maior a ameaça da febre amarela no Brasil, já são 47 mortos.


O Brasil já soma 120 casos confirmados de febre amarela, incluindo 47 mortes, segundo balanços atualizados do Ministério da Saúde e das secretarias estaduais de Saúde de Minas Gerais e de São Paulo, divulgados nesta segunda-feira (30). O número representa um aumento de 19% em relação aos últimos dados disponíveis, de sexta-feira (27), que apontavam 101 casos confirmados. Até agora, quatro Estados registram casos suspeitos ou confirmados da doença: Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia e São Paulo. Na última semana, Goiás e Distrito Federal chegaram a notificar nove casos suspeitos, mas as ocorrências foram descartadas para febre amarela após exames.
Já outro caso suspeito, de um paciente atendido em Santa Catarina e que teria vindo de Mato Grosso do Sul, está em "reavaliação" sobre o local de origem, informa o ministério. Desde o início de dezembro até esta segunda-feira, foram notificados 759 casos suspeitos de febre amarela no País – destes, há ainda 639 em investigação, de acordo com dados nacionais e das secretarias de Saúde de Minas Gerais e São Paulo. Em São Paulo, novos dados divulgados pela secretaria de saúde mostram que subiu para seis o número de mortes confirmadas por febre amarela no Estado.
Quatro delas, porém, são de pacientes que adquiriram a doença em Minas Gerais. Há em análise ainda 17 casos de pessoas que foram ou estão sendo tratadas por suspeita de febre amarela no Estado – apenas quatro são do interior de São Paulo; as demais são de Minas Gerais, Pará e Amazonas. Apesar do forte aumento de casos, todos os registros ainda são de febre amarela silvestre, doença transmitida por um ciclo que envolve macacos e mosquitos presentes nas áreas rurais, como o Haemagogus – que, por sua vez, podem transmitir o vírus a pessoas não vacinadas. Não há registro da versão urbana da doença desde 1942. O surto de 2017 já é o maior da série histórica, divulgada pelo Ministério da Saúde desde 1980. O pico anterior havia ocorrido em 2000, com 85 casos registrados.

O avanço recente de casos acendeu um alerta entre autoridades de saúde e levou à adoção de medidas urgentes de controle, como a intensificação da vacinação. Ao todo, já foram enviadas 7,5 milhões de doses extras da vacina para Estados onde há casos suspeitos da doença e áreas próximas. Nos demais, a proteção é indicada em duas doses para pessoas que vivem ou planejam viajar para áreas de recomendação da vacina no País. A imunização não é indicada para gestantes, mulheres que estejam amamentando crianças com até seis meses e pessoas com baixa imunidade (como pacientes em tratamento com quimioterapia, por exemplo).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

obrigado pela sua participação grato
por sua visita!...e fique a vontade para opinar.

seta

seta

CONTATO DO BLOG:Folha de Cuxá

josinaldosmille@hotmail.com

colunaemfolhadecucha@gmail.com

Telefones:(99)98157-6879 //(99)-99175 - 2799

BLOGOSFERA