palavra viva

“LEVANTAI OS OLHOS E OBSERVAI AS ALTURAS: QUEM CRIOU TUDO ISSO? FOI AQUELE QUE COLOCA EM MARCHA CADA ESTRELA DO SEU INCONTÁVEL EXÉRCITO CELESTIAL, E A TODAS CHAMA PELO NOME” (ISAÍAS 40:26)

DOAÇÕES

DOAÇÕES

DOAÇÕES

Obrigado a todos que mensalmente mostram seu apoio para O BLOG FOLHA DE CUXÁ. Lembre-se de fazer uma doação de qualquer valor R$ para a continuidade do nosso trabalho. Qualquer quantidade de apoio financeiro neste momento será direcionada para cobrir despesas e manutenção. Agradeço antecipadamente...obrigado a todos que mostraram seu apoio para o nosso trabalho!

O SIGNIFICADO DA VIDA

quinta-feira, 24 de março de 2016

Inventor de Açailândia/Maranhão Cria Moedor de Babaçu de Alta Fadiga, Que Aproveita 100% de Matéria Prima.



Aos 42 anos de idade, SALMERON RODRIGUES DA SILVA, morador de Açailândia-Maranhão há 15 quinze anos, ELE que nasceu no Goiás coração do Brasil, pensando no bem estar dos pequenos e grandes produtores rurais do Nordeste Brasileiro. Desenvolveu e criou uma máquina (CAIXA MECANIZADA) que foi adaptada para a função de “MOEDOR DE BABAÇU DE ALTA FADIGA”.

SALMERON que saiu da área de técnico em informática, sempre trabalhou com o desenvolvimento de máquinas e sonhava facilitar a vida dos pequenos produtores rurais da pesada lida no campo no interior do Maranhão, especialmente na hora de alimentar os animais do campo aproveitado nossa diversidade Maranhense de produção de coco BABAÇU. Hoje, aos 42 anos, depois de passar boa parte da vida como INVENTOR, E PROJETISTA de equipamentos agrícolas um verdadeiro autodidata na engenharia de máquinas.

SALMERON acompanhando a rotina de fazendeiros de CIDELÂNDIA-MA viu a necessidade de CRIAR uma máquina que facilitasse a vida do homem do campo. O setor de produção de alimentação para animais é deficiente de equipamentos que aproveite 100% todo o fruto do Babaçu.

Foi quando ele (SALMERON) teve a ideia de melhorar o desenvolvimento de uma máquina que funciona na voltagem de 380 volts e que produz grande quantidade do produto triturando todo fruto do babaçu. Com isso, o equipamento passou por transformações em 03 anos de experiências e chegou há um padrão de qualidade operacional que não apresenta defeitos, alcançando assim uma produção de mais de 02 MIL QUILOS (DUAS TONELADAS) por dia, a máquina consegue triturar rapidamente o babaçu transformando-o em uma farinha rica em nutrientes. Além de diminuir o tempo de produção, a invenção deste tipo de equipamento objetiva facilitar a vida dos pequenos produtores da Baixada Maranhense que poderão trabalhar e aumentar suas rendas.

Boa parte do conhecimento de SALMERON vem do desafio pessoal acalentado por ele desde a infância rural no estado de Goiás. No empírico caminho profissional, ele se transformou num especialista de implementos agrícolas consertando e adaptando máquinas que melhore a vida do homem do campo.

O equipamento foi patenteado no INPI, Instituto Nacional da Propriedade Industrial, e deve virar futuramente o carro-chefe do voo empresarial de SALMERON, que pretende agora apresentar o invento para empresários e investidores maranhenses.
INFORMAÇÕES ADICIONAIS SOBRE O BABAÇU.

O babaçu é um tipo de palmeira encontrado em diversas áreas da América Latina, sendo que, no Brasil, ocorre principalmente no Mato Grosso, Tocantins, Piauí e Maranhão. Esse fruto é usado das mais variadas maneiras, sendo aproveitadas praticamente todas as partes dele.

A farinha (RAÇÃO) produzida a partir do mesocarpo do coco de babaçu é amplamente vendida e possui como principais propriedades a atividade anti-inflamatória, imunomoduladora, analgésica e antipirética.

A quebra de coco atualmente ocorre geralmente de maneira manual em método tradicional. Comumente, as mulheres que vivem nessas áreas quebram o coco no chão próximo às palmeiras. Essas mulheres ficaram conhecidas como “quebradeiras”.

JOSINALDO SMILLE
AÇAILÂNDIA-MARANHÃO
2682/11-RJ
WhatsApp- 99175-2799

BLOG FOLHA DE CUXÁ

Um comentário:

  1. Como que uma pessoa pode patentear um equipamento que já existe no mercado... essa máquina que esse cara diz ter inventado, nada mais é do que um moinho de martelos que ele comprou ou achou num ferro-velho... autodidata piciroca nenhuma... charlatão!!!

    ResponderExcluir

obrigado pela sua participação grato
por sua visita!...e fique a vontade para opinar.

seta

seta

CONTATO DO BLOG:Folha de Cuxá

josinaldosmille@hotmail.com

colunaemfolhadecucha@gmail.com

Telefones:(99)98157-6879 //(99)-99175 - 2799

BLOGOSFERA