palavra viva

“LEVANTAI OS OLHOS E OBSERVAI AS ALTURAS: QUEM CRIOU TUDO ISSO? FOI AQUELE QUE COLOCA EM MARCHA CADA ESTRELA DO SEU INCONTÁVEL EXÉRCITO CELESTIAL, E A TODAS CHAMA PELO NOME” (ISAÍAS 40:26)

O SIGNIFICADO DA VIDA

terça-feira, 17 de novembro de 2015

Agritec Caxias recebe 20 mil pessoas e cria oportunidade a produtores dos Cocais.





A 2ª Feira de Agricultura Familiar e Agrotecnologia (Agritec), que se encerrou no último sábado (14), no município de Caxias, atraiu cerca de 20 mil pessoas, incluindo expositores, visitantes durante o dia e o público da programação cultural à noite, gerando R$ 1 milhão em negócios. A Agritec faz parte das ações do Governo do Estado para desenvolver a agricultura familiar no Maranhão, como estratégia de mudança social e econômica no Estado. A Agritec da cidade de Caxias foi aberta pelo governador Flávio Dino, na última quarta-feira (11).
As Agritecs têm o objetivo de garantir o acesso do agricultor familiar ao conhecimento e às novas tecnologias, de modo que ele possa melhorar a produção quantitativa e qualitativamente. Mas, além disso, as feiras são um espaço reservado à divulgação e comercialização dos produtos dos agricultores familiares e de acesso às instituições financeiras, entre outras oportunidades.
Na Agritec de Caxias, também chamada de Feira do Território dos Cocais, porque reuniu agricultores familiares de 22 municípios sendo 17 do território e cinco demais municípios maranhenses, os espaços de comercialização de produtos e contratos com instituições financeiras garantiram um expressivo volume de negócios, chegando a R$ 1 milhão. 
Os produtores de abacaxi do município de São Domingos, por exemplo, receberam concessão de benefícios do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (PRONAF), no valor de mais de R$ 77 mil. O recurso será destinado à ampliação da produção e melhor comercialização do abacaxi, hoje já exportado para países da América Latina.
Durante o evento houve assinatura de convênio entre o Governo do Estado, por meio da SAF, e a Cooperativa Central de Reforma Agrária no Estado do Maranhão. O convênio tem como objetivo desenvolver ações nos assentamentos da Reforma Agrária da região do Vale do Itapecuru, por meio de inovação tecnológica nos sistemas produtivos.
O evento mexeu com a economia local. Os agricultores familiares negociaram produtos, como frutas, hortaliças, artesanato, derivados do coco babaçu e comercialização de caprinos; comerciantes, fornecedores de serviços e empresários da rede hoteleira também ganharam com o acontecimento da 2º Agritec de Caxias.
As feiras tecnológicas têm o objetivo de reunir produtores rurais e criar um espaço de troca, informações e experiências. “A agricultura familiar está sendo vista como grande propulsora do desenvolvimento do Maranhão. Estamos felizes com a realização das feiras que, até agora, já capacitaram cerca de 3 mil agricultores familiares no estado e movimentou R$ 1 milhão em negócios”, afirmou o secretário de Agricultura Familiar, Adelmo Soares, que aproveitou a oportunidade para anunciar que nos dias 10 a 12 de dezembro será realizado, para fechar o ano, a Agritec no Território Vale do Mearim, no município de Bacabal.
Ainda de acordo com o secretário, a transferência de tecnologia vai permitir ao homem do campo mais conhecimento. Com as informações adquiridas pelos agricultores, por meio de cursos, palestras e oficinas oferecidas na Agritec, será possível desenvolver a potencialidade agrícola das diferentes regiões por onde passa.

Para a realização da Feira em Caxias, o Governo do Estado contou com a parceria do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) e Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). Na abertura o secretário nacional de Segurança Alimentar do Ministério de Desenvolvimento Social (MDS), Arnoldo Anacleto, anunciou R$ 20 milhões para ampliar a capacidade produtiva das famílias nos municípios com menor IDH do estado.

“Estamos trabalhando junto com o Governo do Estado para que todas as políticas sociais e de produção continuem. Nós temos orgulho de ajudar o governador Flávio Dino a tirar os anos de atraso no Maranhão”, assegurou o representante do MDS.

Com o recurso disponibilizado, será possível impulsionar a capacidade produtiva dos trabalhadores rurais, ampliando de 3 mil para 9 mil famílias beneficiadas com acompanhamento técnico nos municípios com menor IDH. Os recursos do Governo Federal também são destinados à aquisição de caminhões que transportarão produtos agrícolas nas cidades que integram o Plano Mais IDH.

Outros serviços
Quem visita as Feiras pode contar também com serviços de intermediação de mão de obra, através da emissão de carteira de trabalho, requerimento de seguro desemprego e cadastro no Sine- MA (Sistema Nacional de Emprego). Esses serviços são oferecidos pela Secretaria de Estado do Trabalho e Economia Solidária (Setres).  Para ofertar as vagas pelo Sine, a Setres trabalha junto a empresas cadastradas, que não pagam qualquer ônus pelos serviços oferecidos pelo Sine, tais como banco de currículos, seleção profissional, disponibilização de espaço para processos seletivos e/ou treinamentos profissionais.

A Secretária de Estado da Fazenda – Sefaz tem levado o Ônibus da Cidadania, enquanto a Secretaria de Desenvolvimento Social – Sedes apresenta, aos visitantes, os programas Mais Renda, Pronatec, Bolsa Família e suas ações para garantir segurança alimentar dos maranhenses.

O Procon realizou na Agritec de Caxias  45 atendimentos; a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais- SEMA emitiu  32 cadastros Ambiental Rural e a Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular- SEDIHPOR, por meio do Espaço Cidadão realizou 50 atendimentos e emitiu diversos documentos pessoais.

Já no stand da Secretaria de Agricultura (Sagrima/Aged)  foi apresentado o Teatro de Bonecos da Agência Estadual de Defesa Agropecuária e campanha de vacinação contra Aftosa.Os visitantes poderão receber publicações e conhecer uma exposição de produtos provenientes das comunidades quilombolas do Maranhão no stand da Secretaria de Igualdade Racial (Seir).


A Agritec é uma realização do Governo do Estado, por meio do Sistema de Agricultura Familiar (SAF, Agerp e Iterma), em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa/Cocais, Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae/MA, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra – MST, Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu – Miqcb, Associação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas do Maranhão – Aconeruq, Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura do Estado do Maranhão – Fetaema e Federação Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar – Fetraf.

FONTE: ASCOM SAF-ascom.saf@gmail.com
TEXTO: Claudilene Maia
GOVERNO DO ESTADO
SECRETARIA DE ESTADO DE COMUNICAÇÃO SOACIAL- SECOM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

obrigado pela sua participação grato
por sua visita!...e fique a vontade para opinar.

seta

seta

CONTATO DO BLOG:Folha de Cuxá

josinaldosmille@hotmail.com

colunaemfolhadecucha@gmail.com

Telefones:(99)98157-6879 //(99)-99175 - 2799

BLOGOSFERA