palavra viva

“LEVANTAI OS OLHOS E OBSERVAI AS ALTURAS: QUEM CRIOU TUDO ISSO? FOI AQUELE QUE COLOCA EM MARCHA CADA ESTRELA DO SEU INCONTÁVEL EXÉRCITO CELESTIAL, E A TODAS CHAMA PELO NOME” (ISAÍAS 40:26)

DOAÇÕES

DOAÇÕES

DOAÇÕES

Obrigado a todos que mensalmente mostram seu apoio para O BLOG FOLHA DE CUXÁ. Lembre-se de fazer uma doação de qualquer valor R$ para a continuidade do nosso trabalho. Qualquer quantidade de apoio financeiro neste momento será direcionada para cobrir despesas e manutenção. Agradeço antecipadamente...obrigado a todos que mostraram seu apoio para o nosso trabalho!

O SIGNIFICADO DA VIDA

quinta-feira, 8 de outubro de 2015

Indígenas e quilombolas pretendem encerrar ocupação nessa quinta (8).


Desde a tarde de segunda (5), povos Krenyê, Gamela, Kreepynm, Gavião e quilombolas ocupam a Coordenação Regional da Funai em Imperatriz (MA).

Depois de três dias ocupando a sede da Funai em Imperatriz, indígenas e quilombolas pretendem encerrar manifestação na tarde dessa quinta-feira (8). De acordo com o Conselho Indigenista Missionário (CIMI), que acompanha a ocupação,  ontem (7) foi um dia de negociações e a expectativa é que a coordenação da Funai responda às demandas reivindicadas durante esses dias.

Os povos Krenyê, Gamela, Kreepynm, Gavião e Quilombolas denunciam que sofrem violações de direitos humanos e são desassistidos pelo poder público. A principal reivindicação é o reconhecimento étnico e territorial dos povos Krenyê. Eles foram retirados de seus territórios de origem na primeira metade do século XX devido a conflitos com criadores de gado e uma epidemia de sarampo. Durante cinco anos viveram na periferia da cidade de Barra do Corda (MA) de forma precária.

Essa ocupação marca o descontentamento desses povos e o apoio dos demais quanto a situação de descaso e desrespeito. A expectativa é que durante a tarde de hoje (8), tenham um resposta positiva da Funai, tendo em vista os diálogos ocorridos nos últimos dias.

PEC 215

A ação compõe o quadro de atividades da "Articulação Nacional" contra a PEC 215, que denuncia o desmonte de direitos indígenas, quilombolas e unidades de conservação e ainda, decisões do Supremo Tribunal Federal que anularam as portarias declaratórias de terras indígenas, dentre elas a revisão dos limites da terra indígenas Porquinhos, dos Kanela Apanyekrá.

Rede Justiça nos Trilhos
Assessoria de Comunicação
Rede Justiça nos Trilhos
Acesse: www.justicanostrilhos.org


Nenhum comentário:

Postar um comentário

obrigado pela sua participação grato
por sua visita!...e fique a vontade para opinar.

seta

seta

CONTATO DO BLOG:Folha de Cuxá

josinaldosmille@hotmail.com

colunaemfolhadecucha@gmail.com

Telefones:(99)98157-6879 //(99)-99175 - 2799

BLOGOSFERA