palavra viva

“LEVANTAI OS OLHOS E OBSERVAI AS ALTURAS: QUEM CRIOU TUDO ISSO? FOI AQUELE QUE COLOCA EM MARCHA CADA ESTRELA DO SEU INCONTÁVEL EXÉRCITO CELESTIAL, E A TODAS CHAMA PELO NOME” (ISAÍAS 40:26)

O SIGNIFICADO DA VIDA

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Rede Simples está ativa nos municípios da região de Açailândia.



Os oito municípios que estão na área de atuação da Unidade Regional do Sebrae em Açailândia já implantaram o Rede Nacional de Simplificação (Rede Simples), que facilita a abertura, alteração e fechamento de empresas.

Entre os meses de junho e julho, o Sebrae intensificou as ações voltadas para implantação da Rede Nacional de Simplificação (Rede Simples), nos municípios de sua regional em Açailândia, e tornou-se a primeira unidade regional do Sebrae no Maranhão a ter implantado o sistema em todas as cidades de sua área de atuação.

Hoje, Buriticupu, Bom Jesus das Selvas, Vila Nova dos Martírios, Cidelândia, São Francisco do Brejão, Itinga do Maranhão, São Pedro da Água Branca e Açailândia, além de terem implantada a Lei Geral das Micro e Pequenas Empresas, que cria um ambiente legal para os negócios do município, também estão com a Rede Simples ativa.

Prevista na Lei Geral, a Rede Simples é um sistema eletrônico que visa desburocratizar o processo de abertura, alteração e fechamento de empresas por meio da unificação de dados em um banco geral de informações e dados cadastrais de diversos órgãos estaduais e municipais.

O Sebrae é um dos parceiros do governo do estado, que por meio da Junta Comercial do Estado do Maranhão (Jucema), é o responsável pela implantação do sistema no estado. Além do Sebrae, outros órgãos integram a rede de simplificação.

ADESÃO.

De acordo com o superintendente do Sebrae no Maranhão, João Martins, a adesão aos serviços da Rede Simples mostra o compromisso da gestão municipal em fomentar a busca de oportunidades no mercado através do empreendedorismo local, estimulando a circulação de dinheiro dentro do próprio município e garantindo que as riquezas locais permaneçam transformando a realidade das cidades.

“A Rede Simples desburocratiza e dinamiza os processos mercantis nos territórios e ajuda a proporcionar o desenvolvimento econômico local, principalmente no fomento e no apoio aos pequenos negócios”, apontou Martins.

Como parceiro, o Sebrae, por meio de sua regional em Açailândia, tem ofertado mecanismos que possibilitam que empreendedores e potenciais empresários possam conhecer a Rede e contem com facilidades na hora de abrir, alterar ou até fechar uma empresa. Assim, reduzindo custos e prazos, diminuindo a informalidade e ajudando no desenvolvimento dos municípios e empresários.

Segundo a gerente da unidade de politicas públicas (UPP), que conduz o projeto de implantação da Rede Simples no Sebrae e é a unidade responsável pelo processo de sensibilização dos municípios para adesão a Rede Simples entre os anos de 2015 e 2016, a meta a ser alcançada era de 90 municípios com a Rede Simples implantada. “A meta que já foi superada e é válido mencionar que o objetivo maior da Rede Simples é reduzir a burocracia no processo de formalização de empresas, o que provoca uma concreta melhoria no ambiente legal das empresas. Por isso, o Sebrae é parceiro e acredita nesse projeto”, destacou Cristiane Corrêa, gerente da UPP.


Rosilene Andrade, gerente regional do Sebrae em Açailândia, afirmou que há um planejamento para continuidade das ações para o desenvolvimento da Rede Simples na região. “Nosso objetivo agora é de fazer essa ferramenta chegar aos empresários, para que eles conheçam os benefícios desse projeto. Vamos trabalhar também a regularização de todas as Salas do Empreendedor, não só quanto ao espaço físico, mas no funcionamento”, observou a gestora. 

Resultados.

Primeira cidade da regional a ter implantado a Rede Simples, Açailândia, disponibiliza o serviço desde agosto de 2015. José Francisco da Cunha Melo, diretor do departamento de arrecadação da prefeitura de Açailândia, explicou como a implantação da Rede Simples tem ajudado os empresários e o município ao longo do último ano.

“Tudo era muito demorado, pois os empresários tinham que levar documentos para cada setor e isso dificultava demais o processo de formalização. Desde que o município aderiu à Rede, houve um significativo avanço nesse sentido”, afirmou José Melo.

Aproximadamente 600 processos já tramitaram no sistema da Rede, entre abertura, alteração e baixa de empresas. “O principal resultado é a satisfação do empresário, do contribuinte, que ao buscar esse serviço encontra essas facilidades”, revelou o diretor.

 Rede Simples.

A Rede Simples, prevista na Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, é um sistema eletrônico que visa desburocratizar o processo de abertura, alteração e fechamento de empresas por meio da unificação de dados em um banco geral de informações e dados cadastrais de diversos órgãos estaduais e municipais.

O projeto é divido em fases. A primeira é a sensibilização, em que prefeitos e funcionários conhecem a proposta do sistema. Depois, se o município aderir a Rede, uma empresa contratada pela Jucema instala o software nos equipamentos disponibilizados para prestar o serviço, que serão disponibilizados ao público.

Além da agilidade e menor custo para o empreendedor, a ferramenta pode representar um incremento na arrecadação dos municípios, com a redução da informalidade e maior possibilidade de novos negócios e empregos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

obrigado pela sua participação grato
por sua visita!...e fique a vontade para opinar.

seta

seta

CONTATO DO BLOG:Folha de Cuxá

josinaldosmille@hotmail.com

colunaemfolhadecucha@gmail.com

Telefones:(99)98157-6879 //(99)-99175 - 2799

BLOGOSFERA