palavra viva

“LEVANTAI OS OLHOS E OBSERVAI AS ALTURAS: QUEM CRIOU TUDO ISSO? FOI AQUELE QUE COLOCA EM MARCHA CADA ESTRELA DO SEU INCONTÁVEL EXÉRCITO CELESTIAL, E A TODAS CHAMA PELO NOME” (ISAÍAS 40:26)

DOAÇÕES

DOAÇÕES

DOAÇÕES

Obrigado a todos que mensalmente mostram seu apoio para O BLOG FOLHA DE CUXÁ. Lembre-se de fazer uma doação de qualquer valor R$ para a continuidade do nosso trabalho. Qualquer quantidade de apoio financeiro neste momento será direcionada para cobrir despesas e manutenção. Agradeço antecipadamente...obrigado a todos que mostraram seu apoio para o nosso trabalho!

O SIGNIFICADO DA VIDA

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Governo do Estado cumpre agenda em Brasília para tratar do desenvolvimento da agricultura familiar maranhense.

Secretário-adjunto da SAF, Francisco Sales, acompanhado da superintendente de Crédito da SAF, Railda Pascoal e do assessor Rivadavia Junior, participaram de reunião com o ministro do MDA, Patrus Ananias. 

Com o objetivo de avaliar os resultados da cooperação Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (FIDA) – Brasil, no período de 2008 a 2015 e subsidiar a preparação da nova estratégia de atuação do Fundo no país, o secretário-adjunto da Agricultura Familiar, Francisco Sales, a superintendente de Crédito da SAF, Railda Pascoal e o assessor Rivadavia Junior, participaram da Mesa Redonda Nacional sobre a Avaliação do FIDA. O encontro foi realizado nesta última semana, em Brasília.

O Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (Fida), agência especializada da Organização das Nações Unidas (ONU), apresentou durante a reunião a avaliação de seis programas agrícolas brasileiros, apoiados pelo Fida desde 2008.

Os representantes do Fundo, que participaram da abertura da oficina de avaliação, anunciaram que vão aumentar o apoio à agricultura familiar brasileira. Está previsto o investimento de mais R$ 200 milhões nos próximos três anos.  Ao todo, 11 programas brasileiros recebem investimentos desde 1980. As ações se concentram no Nordeste e R$ 3 bilhões já foram investidos.

O diretor do Fida no Brasil, Oscar Garcia, adiantou que o próximo estado a ser implementado mais um programa, provavelmente, será o Maranhão. Atualmente, existem projetos no Ceará, Piauí, Paraíba, Pernambuco e Bahia. Segundo ele, as ações têm sido importantes para a melhoria da qualidade de vida dos agricultores familiares. “Os programas têm mostrado uma significativa redução da pobreza e inclusão de famílias na agricultura familiar”, disse.

No início deste mês os representantes do FIDA, conheceram as experiências em produção Agrícola Familiar no Maranhão. A equipe técnica visitou escolas agrícolas, cooperativas de pequenos produtores e participou de reuniões com os movimentos sociais, técnicos rurais e organizações dos agricultores familiares. Para o oficial de programa do Fundo Internacional, Hardi Michael, o conjunto de ações de combate à pobreza rural e a política fiscal do Maranhão têm sido fatores decisivos para atrair os novos investimentos para o estado.
Para o ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, que participou da abertura da oficina de avaliação, é preciso que os programas tenham acompanhamento, para que se atinja os objetivos. “Considero que as políticas públicas sejam permanentemente monitoradas, avaliadas, para que tenhamos os resultados. Assim, sabermos o que está acontecendo lá na ponta, se os programas estão cumprindo os seus objetivos e suas metas”, disse.

Segundo o secretário-adjunto da SAF, Francisco Sales, o FIDA tem ouvido os movimentos sociais brasileiros e nos países em que atua sempre voltados para a agricultura familiar e agroecologia. “O Maranhão continua sendo um foco importante para o Fundo e consideramos positiva a reunião com o Fida para desenvolvermos a agricultura no estado”, disse.

Ainda em Brasília, a equipe da SAF participou de outra reunião com o Grupo de Gestão do Programa País (CPMT) do FIDA, em que foram discutidas as linhas gerais do documento do novo Programa de Oportunidades Estratégicas do País (COSOP) que servirá como norteador para a operação do Fundo no Brasil para os anos de 2016 a 2021.

A equipe cumpriu uma vasta agenda na capital brasileira participando de reuniões nas Secretarias dos Ministérios do Desenvolvimento Agrário (MDA) e Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).

Na Secretaria de Desenvolvimento Territorial (SDT), Sales, Pascoal e Rivadavia se reuniram com o secretário da SDT, Humberto Oliveira para tratar de assuntos relacionados à pasta. Ainda participaram de reunião na Secretaria de Reordenamento Agrário (SRA) com pauta sobre o crédito fundiário e na Secretaria da Agricultura Familiar (SAF) dialogaram sobre emendas parlamentares. Já no MDS, a pauta foi o Acordo de Cooperação Técnica do Fomento.

De acordo com o secretário Adjunto da SAF, foram garantidos para o Maranhão dois veículos para rodar no Programa Nacional de Crédito Fundiário que vai possibilitar as visitas aos povoados beneficiados pelo Programa. O secretário destacou ainda a visita ao MDA para tratar do projeto Biblioteca Rural Arca das Letras em que serão entregues 150 Arcas nos 30 municípios do Plano Mais IDH. 

GOVERNO DO MARANHÃO
SECRETARIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL
FONTE: SAF/MDA                      TEXTO: Samara Andrade/Camila Elleres

Nenhum comentário:

Postar um comentário

obrigado pela sua participação grato
por sua visita!...e fique a vontade para opinar.

seta

seta

CONTATO DO BLOG:Folha de Cuxá

josinaldosmille@hotmail.com

colunaemfolhadecucha@gmail.com

Telefones:(99)98157-6879 //(99)-99175 - 2799

BLOGOSFERA